sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Laelia purpurata, a orquídea símbolo de Santa Catarina

Foi conversando com o amigo orquidófilo Marcelo Vieira Nascimento, que a gente conheceu um pouco de seu trabalho no seu estado, na sua associação e no campo da Orquidofilia.
Graduado em Geologia, dedicou sua vida às plantas, particularmente às orquídeas, onde fez mestrado em Engenharia Civil pela UFSC e especializou-se em Botânica de plantas ornamentais.
Possui um orquidário de 400m2  com 6.500 orquídeas, na sua maioria espécies, como Cattleya, Laelia, Vanda e microorquídeas. Considera as suas preferidas a Cattleya walkeriana e a Cattleya schilleriana, cujas flores são menores e duram mais tempo. No interior do orquidário um lago de 50 m2 com uma grande variedade de peixes ornamentais e plantas aquáticas proporcionando uma boa umidade ambiente.
Por sua formação religiosa e prestando uma homenagem ao antigo nome do município, batizou o seu orquidário de Nossa Senhora do Desterro. Falando sobre seu orquidário, Marcelo diz: Meu orquidário pode ser considerado uma semi-estufa, pois as paredes laterais são formadas por sombrite com 50% na cor preta. A altura total (primeiro pé direito) é de cinco metros, onde está instalada a cobertura final em forma de semi arco, coberta com plástico semi leitoso para filtrar os raios solares.
A 3 metros (2º pé direito) do piso do orquidário foi colocado um sombrite com 70% na cor preta cobrindo toda a área. O piso do orquidário é todo em brita 3/4. Abaixo desse piso mandei fazer um sistema de irrigação (subterrânea), que é ligado durante o verão e somente a cada três dias,  mantendo assim a umidade do orquidário sem molhar as platas. Acima do primeiro pé direito há um sistema de irrigação programada para as orquídeas, que é acionada automaticamente, a cada estação do ano, formando uma nuvem úmida. A água usada no orquidário é exclusivamente da chuva, que é acondicionada em reservatório de 3000 litros, que abastece três caixas d´água de 300 litros, cada uma com uma função específica, a primeira para regar, a segunda para adubar e a terceira com inseticidada e fungicida, que são usadas em dias diferentes.

Desde os 12 anos de idade tem contato com grandes nomes da Orquidofilia, como Prof. Nereu do Vale Pereira, Antonio Laras Ribas, Pe. Raulino Reitz, Cláudio Dechamps e Francisco Miranda, que o influenciaram de alguma forma na paixão pelas orquídeas. Desde então se dedicou aos estudos dos livros, começando com "Orquídeas - Guia do Orquidófilo, tendo hoje cerca de 1500 em sua Biblioteca.

Como funcionário da Prefeitura Municipal de Santa Catarina contribui na redação das leis que foram aprovadas, como a Lei nº 6.255 de 21 de junho de 1983, que considera a Laelia purpurata a flor símbolo de Santa Catarina. Vejam o texto abaixo:

LEI Nº 6.255, de 21 de Julho de 1983

Procedência: Dep. Aldo Andrade

Natureza – PL. 46/83

DO. 12.266 de 28/07/83

Fonte: ALESC/Div. Documentação


Considera flor símbolo do Estado.


O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA,

Faço saber a todos os habitantes deste Estado que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte lei:

Art. 1º Fica considerada a Laélia Purpurata, flor símbolo do Estado de Santa Catarina.

Art. 2º Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário.


Palácio do Governo, em Florianópolis, 21 de julho de 1983

ESPERIDIÃO AMIN HELOU FILHO

Governador do Estado

A Lei nº 8.479,  de  20 de dezembro de 2010 
Art. 1º Fica instituído o Dia Municipal do Orquidófilo, a ser comemorado anualmente no dia 22 de junho.

A Lei nº 8.469,  de 09 de dezembro de 2010
DENOMINA BEM PÚBLICO MUNICIPAL


Faço saber a todos os habitantes do Município de Florianópolis que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Fica denominado Antônio de Lara Ribas o Orquidário Municipal, instituído pela Lei Municipal nº 8.228, 03 de maio de 2010, localizada nas dependências do Parque Ecológico Municipal Professor João Davi Ferreira Lima, no bairro Córrego Grande.

Art. 2º Caberá à Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da FLORAM, a confecção e colocação de sinalização indicativa e de identificação do Orquidário Antônio de Lara Ribas, no Parque Ecológico.

Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Florianópolis, aos 09 de dezembro de 2010.

DÁRIO ELIAS BERGER

PREFEITO MUNICIPAL

Marcelo, parabéns pelo excelente trabalho como Vice-presidente da Federação Orquidódila de SC. Parabéns também pelo trabalho à frente da Prefeitura de Florianópolis onde atualmente exerce suas atividades no Bosque Pedro Medeiros uma área de mata atlântica "onde estamos desenvolvendo (iniciando) vários trabalhos, onde estamos construindo  um pequeno orquidario.... um observatório de pássaros e a reintrodução de 1.500 orquideas..... vamos transformá-lo no bosque das orquideas... para o ano de 2011".
Desejo que todos os seus projetos se tornem uma realidade.
O Marcelo tem um site muito bem estruturado, com muitos link´s: http://www.orquidarioilhadodesterro.com.br/
Vera Coelho

Um comentário:

orquideas disse...

catileia697@gmail.com tenho orquidario en miha casa com 3000 oquideas a maioria laelia purpurata adoro as purpurata gostaria parabenizar linda homenagen ao simbolo santa catarina arnaldo domingos pereira bl camborui