quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

SONETO PARA VERA COELHO




As orquídeas têm mãos que são da Vera,
têm halo e resplendor quando é preciso;
brotam do zelo em forma de sorriso,
o tempo é delas como a primavera.

Parecem vir de um sonho ou de outra esfera,
são várias com frequência; e sem aviso
fazem da cor a luz do paraíso
criando em torno a própria atmosfera.

São raras estas flores, como são
notáveis no orquidário desta dama
onde cantam silêncios de oração.

Benditos jarros, pálpebras de orvalho,
mundo verde que traz-lhe glória e fama,
sempre à custa de amor e de trabalho.

                             Jorge Tufic

Jorge Tufic é natural de Sena Madureira no Acre, nascido em 13 de agosto de 1930 e  autor da letra do Hino do Amazonas, contemplado com o primeiro lugar em concurso nacional promovido pelo governo daquele estado. Foi em Manáus que o grande poeta iniciou e concluiu seus estudos.
Algumas de suas Obra Literária:  Poesia: Varanda de pássaros, 1956; Pequena antologia madrugada, 1958; Chão sem mácula, 1966; Faturação do ócio, 1974; Cordelim de alfarrábios, 1979; Os mitos da criação e outros poemas, 1980; Sagapanema, 1981; Oficina de textos, 1982; Poesia reunida, 1987; Retrato da mãe, 1995; Boléka, a onça invisível do universo, 1995. Conto: O outro lado do rio das lágrimas, 1976. Ensaio: Existe uma literatura amazonense, 1982; Roteiro da literatura amazonense, 1983. Crônica: Tio José, 1976. Memória: A casa do tempo, 1987.



Jorge Tufic e Izabel entre Cattleya labiata

Agradeço ao grande poeta e amigo Jorge Tufic pela grande homenagem a minha pessoa.

7 comentários:

katia disse...

Vera, mas que linda homenagem, parabéns!
Embora não a conheça pessoalmente a gentileza com que responde as cartas na revista (Como Cultivar Orquideas) e também como nos recebe em seu blog, partilhando os seus conhecimentos e também os belos passeios nessa linda cidade, não tenho dúvidas que esse belo soneto é uma homenagem é mais do que justa. Fiquei muito feliz por você. Beijos, Katia

J.F. disse...

Lindo poema. Você merece!
E parabéns pelo aniversário! Tudo de bom prá você, pros filhos, pros bichos, pras orquídeas, adeniuns e demais plantas!
Você já leu o meu "causo" sobre as chuvas de São Paulo?
Abração.

Adenium - Rosa do Deserto disse...

Kátia e JF, muitíssimo obrigada pelos elogios. Quem me conhece sabe que sou merecedora de tal honraria.
JF, vou dá uma espiada no seu blog e ler sobre "Causo". Quanta chuva! Aqui tá aquele calor, nem uma gota d´água. Manda um pouco prá nós!
Abração,
Vera

renatoxb disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
renatoxb disse...

Toda e qualquer homenagem feita a ti, Vera, sera pouca frente ao imenso carinho e amizade no circulo orquidofilo.Seriam necessários meses, quiçá anos de agradecimento a sua participação em nosso dia a dia atraves das listas de orquideas e de blogs. Voce eh exemplo vivo da boa mistura de amor e orquideas!
Bj grande Renato Ximenes

Adenium - Rosa do Deserto disse...

Olá Renato,
O pouco que sei devo ao convívio com os orquidófilos ao longos destes dez anos de cultivo. Com vocês aprendi não somente cultivar orquídeas, principalmente valorizar cada pessoa, pessoa esta que se tornou amiga e muito preciosa para mim. Sei que ainda tenho um caminho longo a seguir, aprender e repassar para os novatos. Obrigada e um grande abraço,

Santuza Mônica disse...

Que belo poema e que grande homenagem! Eu que além de cultivar orquídeas também faço poesias, adorei ler estas em seu Blog! Você é muito especial mesmo, Vera! Bjs e um 2011 super feliz para vc e os seus.